Metabolismo lento veja as coisas que retardam seu metabolismo


Metabolismo lento veja as coisas que retardam seu metabolismo
77 / 100 SEO Score

Quantas vezes você já pensou: “Não posso perder peso por causa do meu metabolismo lento?” Nas últimas duas décadas como nutricionistas, ouvimos isso repetidamente de nossos clientes. Como você sabe se seu metabolismo é realmente lento? Pode ser consertado? E o problema é realmente o seu metabolismo?

Simplificando, o metabolismo é a maneira como seu corpo converte os alimentos e bebidas que você consome em energia, e geralmente é medido em calorias. Podemos determinar quantas calorias seu corpo queima diariamente, inserindo informações em uma variedade de fórmulas que foram projetadas para medir isso. Como não há um único cálculo considerado o melhor, recomendamos que você faça todas as fórmulas, o que fornecerá uma faixa na qual seu metabolismo poderá cair. Uma maneira mais precisa é medir seu metabolismo por calorimetria indireta , que usa uma máquina para medir o consumo de oxigênio. Em menos de 10 minutos, você pode conhecer sua taxa metabólica de repouso (RMR).

O metabolismo é um processo complexo que é afetado por mais do que apenas o que você come e quanto você exercita. Existem vários fatores que podem estar sabotando seu metabolismo, e você pode nem saber.

1. TEMPOS DE REFEIÇÃO INCONSISTENTES

Horários inconsistentes

Quando os horários das refeições são regularmente espaçados, seu corpo consome as calorias como combustível e queima mais calorias entre as refeições. Se o seu padrão alimentar é irregular, seu corpo fica confuso e não tem muita certeza quando a próxima refeição está chegando, entrando no modo de conservação. A queima de calorias é reduzida e mais alimentos são armazenados (células adiposas e reservas de glicogênio).

2. COMEÇANDO MUITO PEQUENO

Numerosos estudos demonstraram que o sono é um fator-chave para ganhar e perder peso. Quando você não dorme o suficiente, os hormônios que controlam a fome e a plenitude ficam descontrolados. Muita grelina (hormônio da fome) e pouca leptina (hormônio da plenitude) são produzidas, o que deixa você com fome o dia inteiro e perde a capacidade de saber quando está cheio. Além disso, mais cortisol é produzido, o que aumenta o desejo por alimentos ricos em amido, açúcar e gordura. Estudos recentes sobre a privação crônica do sono sugerem que as calorias que você come são queimadas com menos eficiência. Apontar para 7,5 a 9 horas de sono a cada noite.

3. NÃO COMER BASTANTE

Não comer o suficiente

Se você está “fazendo dieta” para perder peso, comer poucas calorias pode realmente sair pela culatra e impedir que você atinja seu objetivo. Sim, criar um déficit calórico ajudará você a perder peso, mas há um ponto em cada indivíduo que cortar calorias muito baixas colocará o corpo no modo de inanição e desacelerará o metabolismo para mantê-lo vivo. Certifique-se de obter calorias suficientes e um equilíbrio de macronutrientes (proteínas, carboidratos e gorduras) para evitar que seu metabolismo se quebre.

 Leia também: Dieta dos diabetes as coisas que acontecem quando você pula refeições

4. SALTO NA FORMAÇÃO DE FORÇA

A maioria das pessoas comete o erro de fazer apenas exercícios cardio (aeróbicos) porque queima uma boa quantidade de calorias enquanto está sendo feito. Porém, após o término do exercício, a queima de calorias retorna aos níveis de repouso. O treinamento de força é um componente essencial do metabolismo, porque está diretamente ligado à massa muscular. Quanto mais tecido muscular você tiver, maior será sua taxa metabólica. Quer você levante pesos, use faixas de resistência ou use seu próprio peso corporal para resistência, a resistência cria microtears no tecido muscular. À medida que seu corpo repara essas lágrimas, o tecido muscular cresce e requer mais calorias para se manter vivo. Uma das melhores maneiras de treinar força para obter a melhor resposta do seu músculo é se concentrar na parte excêntrica (ou abaixada) de qualquer movimento. Os movimentos excêntricos são mais danosos ao músculo e requerem mais esforço para reparar do que os movimentos concêntricos (a parte de elevação de um movimento), aumentando assim mais o metabolismo. Então, diminua a velocidade quando treinar para aumentar seu metabolismo.

5. Sentado demais

Sentado Demais

Se você se exercita uma hora por dia, mas passa as outras 23 horas sentadas ou deitadas, seu metabolismo diminui. Ficar sentado por mais de 20 minutos pode colocar seu corpo em um estado mais relaxado e sem queima de energia. Se seu trabalho o mantém acorrentado a uma mesa ou ao volante, levante-se uma vez por hora para se movimentar por alguns minutos. Movimentos periódicos são mostrados para ajudar a diminuir triglicerídeos, açúcar no sangue, cintura e colesterol, além de causar um pequeno aumento no metabolismo.

6. O QUE VOCÊ BEBE

Considere esta dica como dois por um: Beber pouca água leva à desidratação, o que pode fazer você queimar até 2% menos calorias. Todas as funções celulares do seu corpo requerem água, portanto, tome-o com frequência. Beber água gelada pode aumentar seu metabolismo em algumas calorias, pois seu corpo aquece a água até a temperatura corporal. Procure pelo menos 2 litros de água por dia; beba mais durante o tempo quente e úmido e quando você suar. No outro extremo, o excesso de álcool pode afetar seu metabolismo, porque o excesso de álcool faz com que o fígado se concentre em quebrar as moléculas de álcool em vez de queimar gordura. Além disso, as calorias do álcool podem aumentar rapidamente e afetar o peso.

7. Você não está recebendo cálcio suficiente

O mineral mais conhecido por construir ossos fortes desempenha um papel fundamental no metabolismo da gordura, que determina se você queima calorias ou as armazena em gordura. Algumas das melhores fontes alimentares de cálcio são provenientes de laticínios – leite orgânico, iogurte, queijo cottage e queijo – que também beneficiam os músculos porque contêm soro de leite e caseína, proteínas que ajudam a construir músculos e a impedir o colapso muscular. Pesquisa da Universidade McMaster mostrou que mulheres que consumiam mais laticínios perdiam mais gordura e ganhavam mais massa muscular do que aquelas que consumiam menos.

8. ESTRESSE

Estresse

Guardamos o melhor para o final. O estresse é provavelmente o fator número um que afeta o metabolismo. Aumenta a produção de cortisol, um hormônio que aumenta o apetite e nos faz buscar alimentos confortáveis. Isso pode diminuir nosso desejo de exercício, mesmo que o exercício seja um poderoso gerador de estresse. O estresse retarda a digestão, causando uma menor necessidade de metabolizar calorias. Além disso, o estresse pode afetar tanto a qualidade do sono quanto o número de horas que dormimos, o que, conforme descrito anteriormente, pode diminuir o metabolismo e promover o ganho de peso

Spread the love

0 comments on “Metabolismo lento veja as coisas que retardam seu metabolismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Social Profile